15 de Novembro

15 de novembro
Proposta de bandeira criada por Lopes Trovão, içada na Câmara Municipal do Rio de Janeiro por José do Patrocínio em 15 de novembro de 1889

Foi o que se viu a 15 de Novembro de 1889: uma parada repentina e uma sublevação; um movimento refreado de golpe e transformando-se, por um princípio universal, em força; e o desfecho feliz de uma revolta. Porque a revolução já estava feita.

— Euclides da Cunha, Da Independência à República (Esboço político). In: À margem da História

soldado

Homenagem aos combatentes da Revolução de 1932
Detalhe de estátua de Soldado Constitucionalista que parte para a luta se despedindo de sua mãe, esposa e filho. Homenagem aos combatentes da Revolução de 1932, Lélio Coluccini, Praça José Bonifácio, Piracicaba, São Paulo. Fonte: Voluntários de Piracicaba

O general Fay dizia que a disciplina militar só é absoluta quando o soldado dá as costas para os seus concidadãos e a frente para o inimigo. Vós, meu venerando e heroico companheiro — fitais frente a frente os vossos concidadãos.
Se não pedistes tal transferência — não a aceiteis. Há uma coisa que para a nossa família e para a nossa Pátria vale mais que a vossa espada de general, é o vosso caráter de homem.

Euclides da Cunha em carta ao general Solon (sogro de Euclides), Campanha, 6 de junho de 1894