República

detalhe da estátua da República
Detalhe da estátua de Marianne por Léopold Morice, place de la République, Paris, 1880-3

Há nos sentimentos que ambos tributamos à República uma diferença enorme: s. ex. tem por ela um amor tempestuoso e cheio de delírios de amante, eu tenho por ela os cuidados e a afeição serena de um filho.

Euclides da Cunha em carta ao redator do jornal O Tempo, Rio de Janeiro, 20 de janeiro de 1894

Anúncios