Citação

soldado

Homenagem aos combatentes da Revolução de 1932

Detalhe de estátua de Soldado Constitucionalista que parte para a luta se despedindo de sua mãe, esposa e filho. Homenagem aos combatentes da Revolução de 1932, Lélio Coluccini, Praça José Bonifácio, Piracicaba, São Paulo. Fonte: Voluntários de Piracicaba

O general Fay dizia que a disciplina militar só é absoluta quando o soldado dá as costas para os seus concidadãos e a frente para o inimigo. Vós, meu venerando e heroico companheiro — fitais frente a frente os vossos concidadãos.
Se não pedistes tal transferência — não a aceiteis. Há uma coisa que para a nossa família e para a nossa Pátria vale mais que a vossa espada de general, é o vosso caráter de homem.

Euclides da Cunha em carta ao general Solon (sogro de Euclides), Campanha, 6 de junho de 1894

Citação

República

detalhe da estátua da República

Detalhe da estátua de Marianne por Léopold Morice, place de la République, Paris, 1880-3

Há nos sentimentos que ambos tributamos à República uma diferença enorme: s. ex. tem por ela um amor tempestuoso e cheio de delírios de amante, eu tenho por ela os cuidados e a afeição serena de um filho.

Euclides da Cunha em carta ao redator do jornal O Tempo, Rio de Janeiro, 20 de janeiro de 1894

Citação

lagoa de Igarapé da Cachoeirinha

postal de 1905 Igarapé da Cachoeirinha

Estas lagoas, de esplendores
Tão vivos à luz dos luares,
Emolduradas pelas flores
Dos lírios e dos nenufares —

Recordam-me (vêde a afoiteza
Da minha fantasia ao vê-las!)

Grandes espelhos de Veneza
Para a “toilette” das estrelas!

Manaus — 22-2-905

— Poema de Euclides da Cunha em postal de 22 de fevereiro de 1905, Igarapé da Cachoeirinha, Manaus, sem destinatário

Citação

metrificação

The Kiss (Le Baiser)

Constantin Brâncuși, The Kiss (Le Baiser), 1907-08. Philadelphia Museum of Art

Não sei metrificar, medir, separar pés…
— Pois — um beijo tem leis? — a um canto um núm’ro guia
Pode moldar-se uma alma às leis da geometria?

— Euclides da Cunha, caderno Ondas, poema “Último canto”, 1, estrofe 1, versos 9-11. In: Poesia reunida, org. Leopoldo M. Bernucci, Francisco Foot Hardman, São Paulo, UNESP, 2009. p. 205

Citação

Os Sertões

Os Sertões, de Euclides da Cunha

Detalhe da capa da 22º edição de Os Sertões, de 1952

Mas preciso dizer-lhe que não o mandei espontaneamente [Os Sertões], porque aquele livro bárbaro de minha mocidade, monstruoso poema de brutalidade e de força — é tão distante da maneira tranquila pela qual considero hoje a vida, que eu mesmo às vezes custo a entendê-lo. Em todo o caso é o primogênito do meu espírito…

— Euclides da Cunha em carta a D. Agustín de Vedia, Rio de Janeiro, 13 de outubro de 1908